Perucas feitas por detentas de TL serão distribuídas .

É indiscutível o valor dos cabelos para uma mulher, refletindo diretamente em seu humor e até mesmo autoconfiança. Por isso, quando por decorrência de doenças como o câncer as madeixas começam a cair, elas costumam se sentir impotentes e tristes.

Em algumas cidades do Estado como Três Lagoas e Corumbá, uma parceria entre a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Rede Feminina de Combate ao Câncer, busca elevar a autoestima de pessoas que estão enfrentando este problema: perucas são confeccionadas por detentas e entregues a mulheres assistidas pela instituição beneficente.

Conforme o convênio, inicialmente, as perucas serão confeccionadas no Estabelecimento Penal Feminino. A intenção é que a ação seja estendida à unidade prisional de Corumbá, com estruturação de um espaço próprio e capacitação de custodiadas.

Além de Três Lagoas, atualmente o projeto de confecção de perucas é realizado também em presídios femininos de Campo Grande e Dourados.

Fonte: Expressão MS