Sejuvel deve fazer parceria com olheiros de futebol para talentos de Três Lagoas

Conseguir emplacar jogadores para o clube de futebol que representa Três Lagoas, o Misto. Esse é um dos desafios da Secretária de Esporte, Juventude e Lazer (Sejuvel). A secretaria pretende começar um projeto para descobrir talentos do futebol três-lagoense, e assim, ter um clube reconhecido e aplaudido, e consequentemente se tornar um município revelador de grandes talentos.

A proposta é que dirigentes de times de futebol da cidade procurem a secretária para firmar uma parceria com o intuito de achar atletas que possam jogar no Misto.

O secretário de Esportes, Leandro Dias Gomes, explicou que para ele, um dos maiores impasses em relação aos times e futebol, principalmente o Misto, que representa a cidade, é a desunião. "O grande problema de Três Lagoas é que infelizmente não há uma união de ideias, cada um trabalha isolado. Tanto é que o Misto Futebol Clube não foi para frente e não reunia público em seus jogos porque a maioria dos jogadores era de outras cidades, além do alto valor que se gastava com essas contratações".

O projeto que será desenvolvido depois que todos os detalhes forem acertados com os envolvidos, quer reunir a Sejuvel, técnicos, treinadores e olheiros de futebol, para que eles comecem a descobrir os ‘tesouros’ dentro da própria cidade. "Temos uma garotada muito boa aqui, eles só precisam ser lapidados, mas para isso alguém tem que ficar de olho neles, é preciso treino, dedicação e a oportunidade de ser uma promessa para o time. Essas avaliações serão feitas durante eventos amistosos que promovemos".

Segundo Leandro, essa ação trará credibilidade e rentabilidade para o município, pois familiares e amigos dos jogadores irão assistir aos jogos, e novos talentos podem ser descobertos em Três Lagoas. "Nossa intenção é que o futebol três-lagoense se organize que Três Lagoas passe a revelar jogadores e profissionais".

**Projetos **

Nesta sexta-feira (7), teve início a Copa Interbairros de Futsal, na categoria masculina. Para participar, cada atleta que se inscreveu precisou doar uma caixinha de gelatina, que serão doados para Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC). "Todo evento que planejarmos e for movimentar muitas pessoas, como a Copa, iremos promover campanhas específicas. Podem ser de alimentos, roupas, doação de sangue, estamos programando nosso calendário", explicou o secretário.

Outra ação realizada foi a Manhã de Lazer, no recanto do Galo, que reuniu mais de mil moradores. Lá, além dos brinquedos, alimentação e esportes, foram oferecidos serviços de utilidade pública, como aferição de pressão, glicemia, orientação nutricional, consultas odontológicas, corte de cabelo, e outros serviços.

Novas parcerias já foram firmadas entre a Sejuvel e as escolas do município. "Nossa maior dificuldade é que temos muitos profissionais, mas com poucos locais para trabalhar – apenas o Ginásio de Esportes, a Adén, Madrugadão, mas são lugares centralizados e que não são acessíveis para muitos. Por isso, a ideia de levar os serviços da Sejuvel às escolas, nos bairros, assim é possível conhecer a população e saber o que querem e precisam. Esse trabalho é feito em parceria com a Secretaria de Educação e Cultura, visando melhorar o índice de aprendizagem".

Outro projeto que está de volta é o "Viva Volêi", programa da Confederação Brasileira de Volêi, que foi lançado em 2015. O projeto que é uma iniciação esportiva está acontecendo no bairro São João, e tem despertado o interesse de muitos alunos. Modalidade que está ganhando adeptos agora é o Beach Tênis, e já conquistou um público em Três Lagoas. As aulas, que começaram recentemente, estão sendo feitas na caixa de área da Lagoa Maior, ao lado da Sejuvel.

Fonte: Expressão MS , Abril de 2017

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.